Dicas para contratar uma babá

29/10/2011 21:01

Verifique toda a documentação:
Na carteira profissional, verifique o tempo trabalhado em cada casa;
Nas cartas de referências,
Confronte-as com os registros da carteira profissional,
Verificando datas, nome do empregador etc.;
Peça o número do telefone dos ex-empregadores dela. Observe a reação.
Descubra o relacionamento da babá com a criança:
Pergunte de qual(is) criança(s) cuidava?
Procure obter mais informações
como o(s) nome(s) da(s) criança(s), do que ela(s) gostava(m) de fazer,
quais as atitudes da(s) criança(s) que ela não gostava,
como era a questão da alimentação e medicamento das crianças etc.,
e vá observando as reações da futura babá;
Pergunte sobre as dificuldades que ela encontrou no trabalho anterior
e depois questione como ela conseguiu superá-las;
Relate todo o trabalho que ela terá que realizar,
especialmente com a(s) criança(s) e observe as suas reações;
Pergunte sobre a sua paciência no cuidado com a(s) criança(s).
Procure saber sobre seus valores e princípios éticos e morais,
como honestidade, integridade, etc.,
pois a babá pode vir a influenciar na formação de seu(s) filho(s).
Descubra o relacionamento familiar da babá:
Pergunte se tem filhos? Com quem os deixaria?
Procure saber qual a sua estrutura familiar: com quem mora?
Quantos moram na mesma casa?
Invista tempo na entrevista:
A entrevista é o momento onde você poderá descobrir muitas coisas da babá.
Quanto maior o tempo, maior será a chance de conhecê-la melhor.
Portanto, marque entrevista sem agendar outros compromissos em seguida;
Deixe a babá falar;
Procure verificar se não há contradições na fala da babá.

DICAS PÓS-ENTREVISTA

Faça contato com os ex-empregadores.
Caso ela não tenha lhe repassado algum número de telefone, consulte a lista telefônica.
Cuidado. No primeiro momento, é comum o ex-empregador dizer que ela era uma boa empregada. Mas, na medida do possível, estenda o questionamento, perguntando: se cuidava de crianças?
Quais? As idades das crianças? Como era o relacionamento dela com as crianças?
Se eles deixavam a babá sozinha com as crianças? Se as crianças gostavam da babá?
E conte a sua situação, que terá que deixar uma criança de tal idade só,
por tantas horas e se acha que ela cuidaria bem?
Estando em dúvida, não contrate-a.

DICAS DURANTE A CONTRATAÇÃO

Nos primeiros dias, procure deixar uma pessoa de sua confiança juntamente com a babá e a(s) criança(s), para verificar o comportamento da babá;
Procure você, ou uma pessoa de sua confiança, fazer visitas surpresas, passando em casa em horários não previstos. Observe a(s) criança(s) e a babá;
Ligue algumas vezes durante o dia. Preste atenção no barulho ao fundo. Se a criança falar, pergunte a ela o que está fazendo etc.;
Longe da babá, à noite ou em fim de semana, tente conversar com a criança para saber como está o relacionamento da(s) criança(s) com a babá;
Diariamente examine todo o corpo da criança para ver se encontra algum sinal estranho, como hematomas e arranhões.

CERTIDÃO CRIMINAL

Embora não esteja proibida pela legislação, a equipe do site www.EmpregadaDomestica.com.br
sugere a não exigência de certidão criminal da babá, pois a mesma poderá sentir-se ofendida e pleitear uma indenização por dano moral. Além do que, caso tenha ocorrido algum problema com a criança que esta cuidava, provavelmente não constará na certidão, tendo em vista que os processos que envolvem menores, normalmente correm em segredo da justiça.

 

Fonte http://www.empregadadomestica.com.br


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!